Trabalhos de grafitagem dos estudantes transformam murro do colégio estadual em arte

Após aplicar durante essa semana aos alunos do primeiro ano do colégio estadual as oficinas de hortas comunitárias e plantas medicinais, e de construção de cisternas, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente de Pato Bragado deu continuidade na manhã desta quinta-feira (17), à terceira e última oficina da parceria com o Conselho dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu e Itaipu Binacional, por meio do convênio Linha Ecológica.

Trata-se da oficina de grafite que segue à tarde os estudantes do primeiro ano e amanhã (18) com as turmas de oitavo e novo ano, totalizando 16 horas de aprendizado teórico e prático.

Novamente com apoio do educandário, a missão dos alunos é dar vida ao muro em torno do ginásio de esportes do educandário e para tanto contam com orientações do artista plástico toledano, Isaac Souza de Jesus, conhecido por trabalhos a nível internacional.

Em dois painéis de 18 m² e com o uso de sprays são construídas imagens focadas na educação ambiental para sustentabilidade. “Busco proporcionar que espaços como paredes, muros e fachadas sirvam de comunicação com a sociedade. E nesse processo os estudantes são muito importantes, pois eles são detentores de um processo tão criativo e crítico que não é difícil que se transformem em grandes artes”, garante o artista.

 

ALÉM DOS LIVROS E CADERNOS

Eduarda Scaravonatto e Ricardo Pilatti, ambos de 14 anos, disseram que foi uma semana de surpresas e de muito aprendizado para a vida. “Foram três dias cansativos, com bastante teoria, mas também de práticas, saindo das salas de aula. Eu não tinha nem ideia de como é o cultivo de uma horta, muito menos uma cisterna. Além disso, não imaginava que teria a oportunidade de vivenciar momentos como artista, indo além dos livros e cadernos”, revela Eduarda.

Referindo-se à oficina de grafite, Pilatti acrescenta que está tendo a oportunidade de estimular a sua criatividade e se expressar por meio da arte, de forma espontânea e sem medo de errar. “Que essa semana sirva como exemplo de boas práticas para todos nós e que novas oportunidades como essas sejam disseminadas entre o educandário. Obrigada a todos os envolvidos nessa iniciativa.”, enaltece o jovem.

Prefeito em exercício, John Nodari, secretária de Agricultura, Jaqueline Vanelli, diretor Jair de Souza, diretora do colégio, Nadir Thomas e diretora auxiliar, Matiela Hexsel integraram a abertura da oficina.