Índice de infestação do mosquito da dengue é alto no município

A incidência das chuvas, nos últimos dias, proporciona um ambiente favorável ao aumento da infestação do mosquito Aedes Aegypti no município. Conforme o último levantamento realizado em maio, terceiro do ano, o índice de infestação está três vezes maior que o preconizado pelo Ministério da Saúde.
Segundo o secretário de Saúde, John Nodari, em 194 imóveis vistoriados foram encontrados 16 focos, com 14 do mosquito Aedes Aegypti. “Isso é preocupante, pois estamos numa estação chuvosa e úmida, com ambiente ideal para o mosquito se proliferar. Se um desses picar uma pessoa infectada, poderemos ter uma epidemia da doença”, alerta.
O secretário informa que os proprietários de imóveis que não se conscientizarem dos perigos que o mosquito representa serão notificados e encaminhados para que a vigilância sanitária realize as medidas cabíveis.
O cuidado da comunidade com locais que armazenam água, como pneus, lonas, pontos de coleta de água da chuva, cisternas, barcos, bebedouros dos animais, mudas de plantas em reservatórios com água e demais recipientes deve ser redobrado. “Não custa nada tirar alguns minutos para vistoriar o seu terreno e manter o mosquito longe da sua família”, solicita Nodari.