Cursos de manejo integrado de pragas seguem ocorrendo em Pato Bragado

Produtores rurais que participaram do curso de Manejo Integrado de Pragas (MIP), da cultura de soja, promovido no final de 2021, iniciaram na manhã de hoje (04), o curso de MIP na cultura do milho.  A oportunidade de capacitação ocorre em parceria com Sindicato Rural, por intermédio do instrutor do Senar, engenheiro agrônomo, Solivan Rosanelli, no auditório da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária (Acibra).  

Prefeito Leomar Rohden, o Mano, vice-prefeito, John Nodari e a secretária de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente, Jaqueline Vanelli acompanharam a abertura ao lado de representantes do Sindicato Rural e Senar.

Serão 36 horas de capacitação, com certificação. Destas oito de fundamentação teórica, com o seguinte conteúdo programático: fundamentos do MIP, benefícios do MIP, tecnologia BT e não BT, principais inimigos naturais, estádios fenológicos da planta de milho, notas de danos de percevejos, níveis de danos e níveis de controle.

As práticas iniciam na terça-feira (08) e serão realizadas nas propriedades dos alunos.

A secretária Jaqueline Vanelli conta que a intenção é conduzir um talhão de milho, monitorando e identificando os insetos de acordo com protocolo técnico de manejo integrado de pragas. “Isso irá provocar, por exemplo, o manejo racional de cigarrinhas, percevejos e lagartas, com aplicação de inseticidas somente se necessário, reduzindo assim, os impactos ambientais e custos de produção, já que as perdas ocasionadas pelo ataque de pragas serão bem reduzidas", anuncia.

“Estamos em busca de novas tecnologias para aumentar a estabilidade nas produções. Investimos em diversos programas de apoio e incentivo à produção agrícola, pois sentimos na cidade, o reflexo quando os produtores sofrem perdas na lavoura; o comércio sofre e os governos também com diminuição da arrecadação. O vice-prefeito, John Nodari completa: “Hoje o agronegócio é responsável por mais de 80% do PIB do município e nada mais justo que investir nesse setor”.