Consciência ambiental: Colégio estadual passa a contar com cisterna construída pelos próprios alunos

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente de Pato Bragado, em parceria com a Itaipu Binacional e o Conselho dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu estão dando sequência ao cronograma de oficinas, programadas nessa semana com os alunos do 1º ano do Colégio Estadual Pato Bragado.  

Nesta terça-feira (15) é a vez dos estudantes aprenderem a construírem uma cisterna. Após a abertura feita pelo prefeito em exercício, John Nodari, secretária de Agricultura, Jaqueline Vanelli, diretora do colégio, Nadir Thomas foi dado início à capacitação teórica.

A oficina ocorre de forma gratuita e ministrada em duas etapas pela engenheira Ambiental, Fernanda Aline Petry e gestor Ambiental, Quirino Kesler; a primeira pela manhã com capacitação teórica, onde foram tratados sobre a importância da captação de água da chuva, assim como os diferentes tipos e usos de sistemas de absorção de água. No período da tarde os alunos estão colocando em prática os conhecimentos adquiridos com a construção de uma cisterna, que foi instalada ao lado da horta, e que será enchida com água captada do telhado do educandário.

Com períodos prolongados de escassez hídrica, o prefeito em exercício, John Nodari considera as cisternas cada vez mais necessárias. “Elas são uma importante alternativa para a conservação dá água, proporcionando o reuso, como no caso do colégio que poderá utilizar a água da chuva na horta implantada na oficina de ontem (14), diminuindo a utilização de água potável”, declara, acrescentando que espera que os alunos internalizem essa prática repassando às suas famílias e às próximas gerações.